Armas desaparecem do Centro de Suprimento de Material da PM-RJ

Vinte e seis armas, incluindo onze fuzis, desapareceram do Centro de Suprimento de Material da Polícia Militar do Rio, na cidade de Niterói. O comandante-geral da corporação, coronel Alberto Pinheiro Neto, determinou a abertura de inquérito para apurar o caso.

Estadão Conteúdo

07 Fevereiro 2015 | 20h21

Há cerca de quatro meses, 23 pistolas calibre ponto 40 tinham sumido do Centro de Manutenção de Materiais do Batalhão de Choque da PM. Na ocasião, os policias que estavam de plantão na unidade foram presos administrativamente. O caso continua em apuração até hoje, em outro inquérito policial-militar.

Pinheiro Neto, que assumiu o cargo no início do ano, havia determinado há cerca de três semanas que todas as unidades da corporação façam uma inspeção e auditoria em depósitos de armamentos. O desaparecimento das 26 armas em Niterói foi comunicado pelo comandante da unidade no último dia 2. Além do armamento, também sumiu uma quantidade ainda não informada de munição.

Mais conteúdo sobre:
arma Pm RJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.