Armas e um lagarto são apreendidos no Rio

Grande quantidade de material bélico, e itens como uma pistola calibre 9mm e uma granada artesanal, além de um lagarto, foram apreendidos hoje, durante operação da Polícia Civil, nas comunidades do São Cosme, e Damião, em Realengo, no Rio.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

25 de novembro de 2011 | 15h26

A ação visava apurar denúncias de que milicianos estariam praticando extorsão contra moradores daquelas comunidades e trocando tiros com bandidos de uma comunidade vizinha, conhecida como Minha Deusa, em Realengo.

Ao perceberem a chegada dos agentes, os milicianos fugiram, abandonando no local, que funciona como sede da associação de moradores, uma pistola Taurus 9 mm, com a numeração raspada; um carregador de pistola 9 mm; 55 cartuchos de calibre 9 mm; 40 cartuchos não identificados e uma granada artesanal recheada de pregos.

Também foram arrecadados, no mesmo local, um facão, a quantia de R$ 235, três coletes balísticos da polícia, três cintos de guarnição, quatro coldres para pistolas, quatro carimbos do tipo "pago", seis unidades de bloco de recibo com quantias variadas, entre R$ 15,00 e R$ 30,00 e uma touca ninja.

Tudo o que sabemos sobre:
apreensãoRealengoRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.