Armazém serve de prisão a ''perturbadores''

Em um armazém abandonado, a polícia dinamarquesa improvisou uma complicada instalação com mais de trinta gaiolas para deter até 350 "perturbadores da ordem" durante a conferência do clima da ONU. Os críticos consideraram excessiva a ideia das gaiolas, assim várias outras instalações espalhadas por Copenhague. Segundo a polícia, as reações dos críticos são exageradas, e previsíveis.

, O Estadao de S.Paulo

08 Dezembro 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.