Arqueólogos encontram túmulo antigo no Chipre

Um túmulo de pedra com ilustrações coloridas bem conservadas de histórias de Homero foi encontrado no oeste do Chipre, segundo disseram arqueólogos nesta segunda-feira. "É uma descoberta muito importante", disse Pavlos Flourentzos, diretor do departamento de antiguidades da ilha. "O estilo da decoração é tão único, não tanto do ponto de vista artístico, mas pelo assunto e pelas cores utilizadas".Apenas dois sarcófagos similares foram encontrados no Chipre antes deste. Um deles está Museu Metropolitano de Arte de Nova York e o outro no museu Britânico em Londres, mas sua decoração colorida está mais apagada, disse Flourentzos. O sarcófago de pedra calcária foi encontrado acidentalmente por operários na semana passada em uma tumba perto da vila de Kouklia, na área costal de Paphos.Flourentzos disse que o caixão - pintado em vermelho, preto e azul com um fundo branco - data do ano 500 a.C., quando a influência da cultura grega estava ganhando um espaço firme na ilha do leste do Mediterrâneo. Cerâmicas descobertas na tumba devem fornecer uma datação mais precisa. Especialistas acreditam que os desenhos decorativos mostram o herói Ulisses em cenas das obras Ilíada e Odisséia de Homero - ambas muito populares pelo mundo grego.Os arqueólogos pensam que as cenas, que mostram momentos de batalha das obras, indicam a posição social do ocupante do caixão, que possivelmente era um guerreiro.Refletindo uma grande tradição oral vagamente baseada em eventos históricos, as epopéias de Homero foram provavelmente compostas perto de 800 a.C. E passadas para o papel no século 6º a.C.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.