Arraias são mutiladas por pescador em Praia Grande-SP

Três arraias foram mutiladas por um pescador ontem, no bairro Maracanã Mirim, na Praia Grande (SP). A Guarda Costeira Municipal foi até o local após receber a denúncia de um turista e de um guarda-vidas, que ligaram para o telefone 199 ao verem o pescador torturando e matando os animais.

REJANE LIMA, Agência Estado

28 de janeiro de 2011 | 18h19

A Guarda Costeira chegou ao local, mas o pescador já havia fugido, levando dois animais. Segundo os relatos, as três arraias eram jovens e uma delas foi jogada no mar, porém não foi encontrada. O pescador teria ainda descartando no mar o resto de pescado que não conseguiu vender.

Segundo o inspetor do Grupamento, Delfo de Almeida Monsalvo, o caso será investigado de acordo com a descrição da embarcação obtida junto às testemunhas. As redes de pesca inadequadas e desacordo com a legislação têm ocasionado a morte de diversos animais marinhos na Praia Grande, como arraias e tartarugas, entre eles a tartaruga pente, que corre risco de extinção.

Tudo o que sabemos sobre:
Praia Grandearraiasambiente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.