Brenda Benoit/Divulgação
Brenda Benoit/Divulgação

Art Basel em Miami? Nada como uma turnê culinária acompanhada de um pouco de história da arte local

Executiva de uma companhia do setor de saúde nos EUA aproveitou seu amor pela gastronomia para abrir o Miami Culinary Tours

Chris Delboni, O Estado de S. Paulo

20 Novembro 2015 | 05h00

Grace Della sempre gostou de viajar - e de comer bem. Nas viagens, mesmo por pouquíssimos dias, não se conformava em fazer simplesmente refeições em um único restaurante, mesmo que fosse o melhor.

"Queria visitar todos os restaurantes", conta. "Meu marido dizia 'escolhe um e vamos sentar'. Mas para mim, 'a melhor salada é neste; o melhor filé naquele'. Queria experimentar uns cinco, seis ou sete restaurantes em pouco tempo e conhecer melhor a culinária de cada bairro."

Assim, depois de 15 anos como vice-presidente de uma companhia no setor de saúde nos Estados Unidos na área de estratégia de marketing virtual, ela resolveu usar sua experiência profissional e amor pela gastronomia para abrir a Miami Culinary Tours, uma empresa de turnês gastronômicas com uma pitada de história de cada bairro: Wynwood, considerado o distrito artístico de Miami; South Beach, com sua arquitetura Art Deco e curiosidades, como locais de filmes de Hollywood; e Little Havana, com seu paladar cubano.

Com a Art Basel se aproximando, a maior feira internacional de arte que ocorre anualmente em Miami, o passeio culinário de Wynwood é uma ótima oportunidade para conhecer a arte e culinária locais desse distrito que vem crescendo e se tornando o bairro mais cobiçado por artistas e amantes da arte.

A excursão começa, normalmente, na entrada da Wynwood Walls (Murais de Wynwood), onde artistas renomados colorem as paredes com sua arte. Lá fica um dos restaurantes mais tradicionais do bairro, o Wynwood Kitchen & Bar, a primeira parada do Miami Culinary Tours, onde os excursionistas provam, de entrada, "ropa vieja empanadas", empanadas de frango com creme de coentro, uma especialidade da casa.

Em seguida, recebem uma aula de história do bairro, arte, murais e artistas, e seguem para outros quatro estabelecimentos gastronômicos.

O passeio completo custa US$69, dura cerca de duas horas e meia, e compreende um total de cinco pontos, cada um com suas iguarias. Entre as paradas: taco mexicano, ceviche peruano, torta de limão, e outros que constituem uma refeição completa, com direito a duas bebidas alcoólicas, como uma cerveja local e margarita mexicana, escoltando os pratos.

Miami Culinary Tours tem oito guias, todos treinados pessoalmente por Grace, para que ofereçam aos clientes uma experiência "saborosa", mas também informativa, com detalhes de cada prato e sua história.

"Checamos todos os fatos para explicar a cultura por trás do alimento", diz Grace. "Por que a empanada argentina é diferente da colombiana? O que é mandioca? O que é pão de queijo? Ensinamos os diferentes tipos de culinária que se encontram em Miami Beach, Wynwood e Little Havana."

A guia Gina Natoli, de Nova York, diz que adora ver a surpresa estampada no rosto das pessoas quando provam um prato que não conheciam.

"Muitos nunca comeram, por exemplo, uma empanada. Para nós é comum", diz ela, que lembra claramente o espanto de uma família de Michigan ao provar "ropa vieja". "É maravilhoso ver a reação quando experimentam algo novo pela primeira vez."

Os americanos - tanto turistas de outras partes do país como residentes - representam a maioria dos clientes, 70%; europeus, 20%; e latinos o restante, 10%. Deles, 5% são brasileiros, um grupo que está sempre alegre, diz Grace.

"Brasileiros animam o ambiente", diz ela. "É da cultura. Os argentinos dançam tango e choram. Os brasileiros celebram, sempre sorrindo, e você pode ver isso facilmente."

Grace, argentina, diz que a ideia de uma excursão gastronômica surgiu no seu país de origem. Com sua experiência em marketing, ela ajudou sua mãe, Teresa Gastellu, a abrir Teresita's Culinary Tour em Buenos Aires. E um dia, indo para o trabalho em Miami, pensou: "Se deu certo na Argentina, vai dar certo em Miami". Trabalhava durante o dia e a noite era guia de sua própria e nova empresa. Oito meses depois, sucesso total.  

Hoje, cuida mais da logística e administração da empresa. "Atendo o telefone às 6 da manhã e estou respondendo e-mail até as 3 da madrugada."

SERVIÇO:

*Miami Culinary Tours:

Para mais informações, detalhes de cada passeio ou reserva para uma turnê gastronômica com Miami Culinary Tours, visite o site aqui.

A empresa tem excursões diariamente nos diferentes bairros (South Beach, Little Havana e Wynwood) e faz tours individualizados para empresas ou grupos particulares.

Telefone: + 1 (786) 942-8856, em Miami (fala espanhol)

E-mail: info@miamiculinarytours.com

*Art Basel Miami:

Para mais informações sobre Art Basel, 3-6 de dezembro, visite o site aqui.

Twitter: chrisdelboni

Mais conteúdo sobre:
Chris DelboniMiamigastronomia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.