Artista 'examina' objetos para retratar 'beleza interior'

Satre Stuelke cria obras com imagens de ressonância magnética de brinquedos e utensílios.

BBC Brasil, BBC

25 de março de 2009 | 13h12

O artista Satre Stuelke, baseado em Nova York, está usando uma máquina para exames de ressonância magnética em um projeto artístico que busca mostrar a "beleza interior" dos objetos.

Stuelke, que há três anos começou a estudar medicina, usa uma máquina velha do Weill Cornell Medical College, onde estuda, para "examinar" ícones culturais da vida moderna, que incluem uma boneca Barbie, um iPhone e até um Big Mac.

Segundo o artista, o objetivo é fazer uma "visualização mais profunda" desses objetos para que as pessoas pensem em como as coisas são construídas.

Stuelke, que foi professor da Escola de Artes Visuais de Nova York, diz que a ideia é também "plantar uma semente de criatividade científica nas mentes de todos inclinados a participar" do projeto.

Depois de feitas as imagens, elas são processadas em um computador. Stuelke designa, então, cores com base na densidade dos materiais presentes no objeto.

Os resultados, às vezes, são surpreendentes, como um coelhinho de corda, cujo interior lembra o de uma bomba relógio, ou a boneca Barbie, que parece ter um esqueleto.

O projeto começou em 2007, e o artista encoraja o público a participar, enviando suas obras de "arte radiológica" para avaliação, ou enviando objetos para serem "examinados".

O trabalho pode ser visto no site radiologyart.com. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.