Assembléia de SC proíbe criação de cães pit bull

A Assembléia Legislativa de Santa Catarina aprovou em plenário, ontem, o projeto de lei que proíbe a criação, comercialização e restringe a circulação de cães da raça pit bull no Estado. O documento, de autoria do deputado Marcos Vieira (PSDB), chega na próxima segunda-feira à mesa do governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB), que terá 15 dias para decidir sobre a aprovação da lei.De acordo com o texto, todos os cães da raça devem ser esterilizados a partir dos seis meses de vida e só poderão ser conduzidos por maiores de 18 anos, com o uso de guia com enforcador e focinheira. O condutor será responsabilizado pelos ataques dos pit bulls, com multa inicial prevista de R$ 5 mil, que deverá ser aplicada em dobro, e, dessa maneira, progressivamente, nos casos de reincidência.

MARCO BRITTO, Agencia Estado

14 de novembro de 2007 | 18h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.