Assembléia do Butão bane laptops por medo de distração com games

A assembléia nacional no Butão proibiu os parlamentares de levar notebooks para o câmara por receio de que eles possam passar seu tempo jogando games no computador. "Os membros podem se distrair com os jogos e vendo imagens", afirmou Nima Tshering, presidente da assembléia. Alguns parlamentares da região, que teve sua primeira eleição geral em março, argumentaram que os laptops são mais convenientes do que carregar pilhas de papéis. Mas as regras da câmara proíbem que os membros usem aparelhos eletrônicos, comam ou fumem no local.

REUTERS

30 Junho 2008 | 11h48

Mais conteúdo sobre:
TECH BUTAO LAPTOOPS

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.