Assessora de Hillary se afasta após polêmica

Geraldine Ferraro disse que Obama estaria em 'posição confortável por ser negro'.

Da BBC Brasil, BBC

13 de março de 2008 | 03h05

Geraldine Ferraro, membro do comitê financeiro da campanha da pré-candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, renunciou à sua função após a polêmica gerada em torno de sua declaração sobre o rival de Hillary na disputa, o senador Barack Obama.Ferraro, que foi candidata à vice-presidente em 1984, sugeriu, em entrevista publicada em um jornal da Califórnia que Obama estaria na frente na corrida presidencial por ser negro."Se Obama fosse branco, ele não estaria nessa posição", disse ela.Em entrevista à rede de TV ABC, Ferraro disse que o comentário foi considerado por Obama como "racista" mas que essa não foi sua intenção.'Candidatura histórica'Geraldine Ferraro ainda disse que, com o comentário, ela queria enfatizar a habilidade de Obama de fazer uma "candidatura histórica", que "contagiou o país".A democrata afirmou ter sido "mal interpretada" e disse que sempre se opôs a todas as formas de discriminação.Ao criticar as declarações de Ferraro, Obama disse à rede de TV americana ABC que ser negro não lhe havia dado uma grande vantagem, mas que também não havia sido uma desvantagem. "Eu acho que se alguém estivesse procurando a maneira mais rápida de chegar à presidência, não diria que gostaria de ser um afro-americano chamado Barack Obama".Ainda segundo o senador, Ferraro estava participando de um tipo de política que se constrói sobre "gênero e raça"."E é disso que os americanos estão cansados", afirmou. Na semana passada, Samantha Power, que assessorava Obama em temas de política internacional, pediu demissão após um jornal escocês ter publicado um comentário feito por ela, segundo o qual Hillary Clinton era ''um monstro'', capaz de tudo para obter a indicação democrata.Depois da renúncia de Ferraro, Hillary Clinton lamentou o ocorrido."É lamentável que alguns de nossos partidários - de ambos os lados, porque nós dois tivemos essa experiência - digam coisas que são desviadas para o lado pessoal". Depois da vitória no Mississippi, Obama conta com 1579 delegados, frente aos 1473 de Hillary reúne 1473. Para se sagrar o candidato do partido, um dos pré-candidatos necessita de um total de 2025 delegados.Entre as próximas etapas da corrida eleitoral, a Pensilvânia é o Estado que oferece o maior número de delegados, um total de 158. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.