Associação de comércio de SP abre filial no Second Life

A Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio) vai atender empresários também no mundo virtual, no game interativo Second Life. A entidade anunciou nesta quarta-feira, 7, a abertura de uma representação na comunidade digital que conta com mais de 3,3 milhões de internautas no mundo. A Fecomercio, que reúne 150 sindicatos patronais dos setores de comércio e serviços do Estado de São Paulo, criou no mundo digital uma cópia de seu edifício-sede, segundo comunicado enviado à imprensa. "Quando o avatar (representação virtual de um usuário do Second Life) estiver ativo, vamos também atender os empresários lá no edifício virtual. Eles poderão tirar dúvidas", afirmou a assessoria de imprensa da entidade. A iniciativa da Fecomercio está dentro de um projeto da entidade de criação de um serviço de notícias televisivo pela internet e de um portal na web. Em dezembro, o iG informou que lançaria em breve uma versão em português do Second Life, com cenários brasileiros como o Pão de Açúcar. Empresas como IBM, MTV e Reuters, por exemplo, abriram escritórios dentro do Second Life em inglês, que tem economia e moeda próprias. A Suécia mantém uma embaixada no mundo virtual que tira dúvidas sobre o país. O equivalente a mais de meio milhão de dólares é movimentado todos os dias dentro do mundo virtual, segundo dados de novembro. A IBM usa o Second Life para treinar funcionários e fazer reuniões, enquanto a Reuters mantém uma agência de notícias com informações sobre o mundo virtual.

Agencia Estado,

07 Fevereiro 2007 | 15h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.