Astronautas conduzem última inspeção no Discovery

Astronautas planejando uma última inspeção de danos do Discovery na Estação Espacial Internacional estavam confiantes nesta sexta-feira de que o ônibus espacial iria voar de volta à Terra na semana que vem sem nenhum problema."Nós temos uma ótima nave e ela está pronta para voltar para casa, Vai ser um pouco seguro" disse o piloto Mark Kelly em entrevistas. "Baseado no que vimos até agora e no risco que há, eu acredito que todos nós nos sentimos realmente confortáveis".A inspeção extra do ônibus nesta sexta é a primeira a ocorrer tão tarde em uma missão. Ela foi desenvolvida pela Nasa para ter assegurar que jamais haja novamente um desastre como o do Columbia, que matou sete astronautas em 2003. A equipe planejou inspecionar a asa esquerda do Discovery usando sensores no fim de um tripé de 15 metros preso ao braço robótico de 15 metros do Discovery. Os sensores vão procurar por quaisquer buracos quase invisíveis e rachaduras na asa causados por micrometeoros, partículas do tamanho de poeira que constituem a grande maioria dos detritos circulando a Terra. Os detritos espaciais incluem ainda uma espátula que o astronauta britânico Piers Sellers acidentalmente largou durante uma caminhada espacial na quarta-feira. A Nasa divulgou que a espátula não representa nenhum risco para a estação espacial ou para o ônibus.A inspeção desta sexta, o 11º dia da missão, acontece depois de escaneamentos similares realizados pela equipe do Discovery enquanto o ônibus se aproximava da ISS no 2º dia e as examinações mais de perto das "áreas de interesse" no 4º dia da missão, que vai durar ao todo 13 dias.O comandante do Discovery, Steve Lindsey, também manobrou o Discovery antes da acoplagem à estação espacial para que os dois tripulantes da ISS pudessem fotografar a parte de baixo da nave, a procura de qualquer sinal de dano.Depois de deixar a estação no sábado, a equipe também planeja examinar a asa direita e o nariz do ônibus espacial usando o braço robótico novamente.Os administradores da Nasa deram um bom atestado de saúde para o Discovery e o liberaram para o pouso na segunda-feira de manhã. Eles estavam monitorando falhas com duas unidades auxiliares que dão energia ao sistema hidráulico do ônibus espacial usado para conduzir e frear durante o pouso, mas não esperam que elas tenham algum impacto na missão.Uma das unidades de energia teve problemas com seus aquecedores, e a outra aparentou ter um vazamento."Felizmente... eles são problemas mínimos", disse Kelly. Os seis membros da equipe do Discovery também planejaram terminar de empacotar 1.800 quilos de lixo e equipamentos da estação espacial que eles trarão de volta à Terra.

Agencia Estado,

14 de julho de 2006 | 12h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.