Astronautas da Soyuz narram perigo na volta à Terra

Cápsula Soyuz entrou na atmosfera de forma violenta e pousou distante do alvo.

Da BBC Brasil, BBC

22 de abril de 2008 | 11h45

A cápsula espacial russa Soyuz pousou a centenas de quilômetros do seu alvo, na imensidão selvagem do Cazaquistão, no sábado. Entre os cosmonautas que acabavam de voltar da Estação Espacial Internacional estava a primeira mulher coreana a ir ao espaço, Yi So-Yeon. Embora estivesse abalada, ela não sofreu ferimentos.Nesta terça-feira, pela primeira vez desde a volta à Terra, os três tripulantes, entre eles a comandante americana Peggy Whitson, participaram de uma entrevista coletiva. A novata coreana admitiu que a volta à Terra foi assustadora."Eu vi uma chama do lado de fora da Soyuz quando entrávamos na atmosfera. Primeiro fiquei com medo porque ela poderia incendiar-nos todos."A reentrada na atmosfera costuma ser um momento crítico, mas dessa vez, segundo o centro de controle russo, a cápsula viajava num ângulo muito acentuado, com forças gravitacionais dez vezes maiores que as da Terra. Os tripulantes afirmam que não tiveram culpa pelos problemas na volta ao planeta."Quando começamos a pousar, e pouco depois, estava tudo bem, mas depois que entramos na atmosfera o sistema mudou automaticamente para um pouso balístico, nós não fizemos nada para isso nem tínhamos por quê", disse o cosmonauta russo Yuri Malenchenko.Há uma década as cápsulas Soyuz vêm levando e trazendo com segurança astronautas da estação espacial internacional. Agora, pela segunda missão consecutiva, problemas técnicos ameaçaram a vida da tripulação.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
soyuzespaçoperigo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.