Astrônomos descobriram até 1º de janeiro 362.447 planetas

O número de planetas descobertos até 1º de janeiro de 2007 foi de 362.447 e suas órbitas já foram calculadas, informou nesta quarta-feira, dia 3, Milos Tichy, do observatório astronômico de Klet, ao sul da República Tcheca.Neste número estão incluídos os "planetas anões", segundo a nova definição estabelecida na última Assembléia Geral da União Internacional de Astronomia (IAU), realizada em Praga em agosto.Este encontro de especialistas decidiu reduzir Plutão a esta categoria, a que também pertencem outros corpos celestes de tamanho similar, como Eris e Ceres, que orbitam entre Marte e Júpiter.Do total de planetas, 145.705 planetas já foram numerados e 13.479 receberam um nome, afirmou Tichy. Os planetas são pequenos astros do sistema solar que giram em torno do sol em órbitas elípticas e não mostram um tipo de atividade como os cometas.Apesar de os primeiros mil planetas não terem sido descobertos até 1923, o número destes astros dos quais se tem notícia aumenta de maneira exponencial devido aos avanços da técnica, segundo Jana Ticha, presidente da comissão da IAU para a nomeação de planetas e cometas.Em 1991, já tinham sido encontrados 5 mil planetas, 10 mil em 1999, 20 mil em 2001, 50 mil em 2002 e quase 250 mil em 1º de janeiro de 2005, afirmou a cientista tcheca.O projeto americano Linear (Lincoln Laboratory Near Earth Asteroid Research), orientado a descobrir asteróides próximos à Terra, é o que mais contribuiu para conhecer a existência dos planetas, acrescentou a especialista.

Agencia Estado,

03 de janeiro de 2007 | 17h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.