Atacado acelera inflação pelo IGP-M em fevereiro a 1%

O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) confirmou as previsões e subiu 1,00 por cento em fevereiro, ante 0,79 por cento em janeiro, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta sexta-feira.

REUTERS

25 de fevereiro de 2011 | 08h26

Analistas consultados pela Reuters esperavam avanço de 1,00 por cento, segundo a mediana de projeções que oscilaram de 0,93 a 1,17 por cento.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) avançou 1,20 por cento, ante alta anterior de 0,76 por cento.

O IPA agrícola subiu 2,75 por cento ante 1,27 por cento. O IPA industrial acelerou a alta para 0,64 por cento, comparado a 0,57 por cento em janeiro.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,67 por cento, contra 1,08 por cento no mês anterior.

Cinco dos sete grupos registraram desaceleração, com destaque para Alimentação, de 1,47 por cento para 0,24 por cento. "As principais influências partiram dos itens: frutas (1,87 por cento para -1,41 por cento), carnes bovinas (-0,58 por cento para -2,91 por cento) e hortaliças e legumes (9,35 por cento para 6,42 por cento)", afirmou a FGV em nota.

Educação, Vestuário, Saúde e cuidados pessoais e Transportes foram os outros grupos que mostraram alívio nos preços ao consumidor. Em contrapartida, Despesas diversas e Habitação mostraram alta.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) aumentou 0,39 por cento, comparado a 0,37 por cento antes.

(Reportagem de Silvio Cascione)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROINFLACAOIGPM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.