Ataque a escritório da Irmandade do Egito deixa 1 morto e 60 feridos

Um integrante da Irmandade Muçulmana foi morto e 60 pessoas ficaram feridas no domingo em um ataque ao principal escritório da Irmandade na cidade de Damanhour, no Delta do Nilo egípcio, disse o site do Partido da Justiça e Liberdade da Irmandade.

Reuters

25 de novembro de 2012 | 18h42

"O membro da Irmandade, Islam Fathy Masoud, de 15 anos, foi morto e 60 ficaram feridos depois que marginais atacaram o quartel-general da Irmandade Muçulmana em Damanhour, na ausência total das forças policiais", dizia o site.

(Reportagem de Ali ABdelatti)

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.