Ataques de rebeldes no leste da Ucrânia matam uma pessoa e paralisam fábrica de coque

Fortes explosões mataram um cidadão na cidade controlada pelo governo Avdiyivka, no leste da Ucrânia, e interromperam a produção em uma das maiores fábricas de coque da Europa, disseram a polícia regional e a siderúrgica ucraniana Metinvest neste domingo.

REUTERS

24 Maio 2015 | 10h52

A fábrica de Avdiyivka, detida pela Metinvest e que produz 40 por cento do coque da Ucrânia, é a principal empregadora da cidade e se tornou alvo de separatistas pró-Rússia desde que eles pegaram em armas contra o governo em abril.

Na semana passada, um trabalhador local foi morto e dois ficaram feridos no que a Metinvest descreveu como as maiores explosões desde a declaração do cessar-fogo.

Danos aos trilhos internos de Avdiyivka impedem a fábrica de transportar matérias primas ou escoar produtos finalizados, disse a Metinvest, maior siderúrgica da Ucrânia, na sexta-feira.

(Por Alessandra Prentice)

Mais conteúdo sobre:
UCRANIAFABRICAEXPLOSOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.