Ataques não abalaram o papa, diz Vaticano

Ataques não abalaram o papa, diz Vaticano

RELIGIÃO

, O Estadao de S.Paulo

28 de março de 2010 | 00h00

O sacerdote Frederico Lombardi, porta-voz do Vaticano, afirmou ontem que o papa Bento XVI não ficou abalado com as acusações de que teria feito vista grossa diante dos casos de pedofilia praticados por padres católicos quando ainda era arcebispo de Munique, em 1980. "Os recentes ataques midiáticos causaram danos, mas a autoridade do papa Bento XVI e o compromisso da Congregação para a Doutrina da Fé contra os abusos sexuais a menores de idade não saem debilitados, e sim reforçados", disse Lombardi. /

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.