Ataques pesados entre sauditas e Houthis do Iêmen atingem passagem da fronteira

Forças sauditas e a milícia Houthi do Iêmen trocaram fogo de artilharia pesada que destruiu parte da principal travessia de fronteira entre os dois países durante a noite, disseram moradores neste domingo, numa escalada da guerra de dois meses.

REUTERS

24 Maio 2015 | 09h34

A passagem de fronteira Haradh, a maior para pessoas e bens entre a principal exportadora mundial de petróleo, Arábia Saudita, e seu vizinho empobrecido, foi evacuada em meio a explosões que arrasaram seu salão de partidas e a seção de passaportes, afirmaram testemunhas.

Moradores de diversas vilas iemenitas na área deixaram suas casas e fugiram da fronteira, que se transformou em linha da frente da batalha entre o reinado e os rebeldes aliados do Irã.

Incursões aéreas árabes atingiram bases militares e lojas de armas na capital Sanaa e autoridades locais afirmaram que um comandante Houthi de nível médio, Abu Bassam al-Kibsi, foi morto em um ataque aéreo na província central de Raymah.

A Arábia Saudita tem liderado uma coalizão árabe que está bombardeando os Houthis e apoiando combatentes do sul do Iêmen que se opõem ao grupo e são leais ao governo exilado na Arábia Saudita, liderado pelo presidente Abd-Rabbu Mansour Hadi.

(Por Mohammed Ghobari)

Mais conteúdo sobre:
IEMEN SAUDITAS FOGO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.