Até as 18h, 29 voos internacionais foram cancelados

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informou que 29 voos internacionais que sairiam do Brasil foram cancelados hoje. Parte dos cancelamentos foi motivada pela presença da nuvem de cinzas do vulcão chileno nos espaços aéreos do Brasil, Uruguai e Argentina.

MARCELA GONSALVES, Agência Estado

14 Junho 2011 | 18h47

Do total de voos cancelados, 15 sairiam do Aeroporto Internacional de São Paulo, também conhecida como Cumbica, em Guarulhos. Até as 18h30 de hoje haviam sido suspensos nove voos que chegariam e dez que partiriam com destino a Buenos Aires. De Montevidéu foram suspensas quatro chegadas e uma partida.

Com a dispersão da nuvem ao longo do dia, as companhias aéreas TAM e Gol puderam retomar suas operações para os países afetados por volta das 17 horas. Os voos que partiriam de Cumbica para Buenos Aires cancelados após esse horário pertenciam às companhias LAN e Aerolíneas Argentinas.

Mais conteúdo sobre:
vulcão Chile cancelamentos voos

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.