Até cinco mineiros podem ter morrido em desabamento de mina na Bósnia após sismo

O tremor de 3,5 de magnitude atingiu a cidade de Zenica, no centro do país, na tarde de quinta-feira

DARIA SITO-SUCIC, REUTERS

05 Setembro 2014 | 08h59

Estima-se que até cinco mineiros bósnios tenham morrido após uma fratura de rochas os deixaram presos no subsolo, disseram equipes de resgate e mineiros nesta sexta-feira, enquanto eram retirados do local outros operários que ficaram mais de 18 horas presos.

O gerente da mina, Esad Civic, disse que 29 mineiros foram resgatados, entre os 34 que ficaram presos a meio quilômetro de profundidade após um terremoto causar a fratura de rochas na tarde de quinta-feira.

O tremor de 3,5 de magnitude atingiu a cidade de Zenica, no centro do país, na tarde de quinta-feira, e provocou cerca de meia hora depois a fratura de rochas na mina próxima de Raspotocje, bloqueando algumas partes, disseram autoridades nesta sexta-feira.

A fratura de rochas foi a terceira do ano na mina, e as duas anteriores deixaram 16 mineiros feridos, disse o gerente-geral das minas de Zenica, Esad Civic.

(Reportagem de Maja Zuvela)

Mais conteúdo sobre:
BOSNIAMINAMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.