Atentado mata pelo menos 30 no Paquistão

Ataque suicida ocorreu no funeral de policial morto em outro atentado no mesmo dia.

Da BBC Brasil, BBC

29 Fevereiro 2008 | 18h30

Pelo menos 30 pessoas foram mortas nesta sexta-feira em um atentado suicida na cidade de Mingora, no noroeste do Paquistão.O atentado ocorreu durante o funeral de um policial que havia morrido durante outro atentado suicida, ocorrido também nesta sexta-feira na mesma província.Centenas de pessoas estavam reunidas para prestar suas homenagens ao policial quando a explosão ocorreu.Segundo a agência de notícias Associated Press of Pakistan, mais de 50 pessoas ficaram feridas.SwatDesde o início de 2007, o Paquistão tem enfrentado uma onda de atentados suicidas atribuídos a simpatizantes da milícia Talebã que ocupam regiões tribais na fronteira com o Afeganistão, onde têm travado combates com o Exército paquistanês.Centenas de pessoas morreram nos últimos meses nos choques entre as forças de segurança e os militantes pró-Talebã.Recentemente, o Exército anunciou ter assumido o controle sobre o Vale de Swat, região montanhosa que, no passado, era um centro de turismo no Paquistão e onde fica a cidade de Mingora.Seguidores de um clérigo local vinham realizando ataques em Swat em um esforço para obrigar o governo a adotar a Sharia, ou lei islâmica.Os atentados desta sexta-feira ocorreram um dia depois de 12 pessoas, incluindo supostos militantes islâmicos, terem morrido em um ataque com mísseis contra uma casa na região do Waziristão, também na fronteira com o Afeganistão.Moradores locais suspeitam que o míssil teria sido disparado do Afeganistão, onde soldados da Otan combatem militantes do Talebã.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
paquistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.