Ativistas do Greenpeace protestam no Rio contra Angra 3

Ativistas do Greenpeace fizeram um protesto na manhã de hoje, em frente ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no centro do Rio de Janeiro. A manifestação pedia que o BNDES não financie a construção da usina nuclear Angra 3.

MARÍLIA LOPES, Agência Estado

25 de abril de 2011 | 12h53

Os ativistas pretendiam alertar sobre os perigos de um acidente nuclear. E relembravam o acidente nuclear em Chernobyl, na Ucrânia, que amanhã completa 25 anos, e o exemplo recente de Fukushima, no Japão.

Durante o protesto, os manifestantes simularam um acidente nuclear. Uma fumaça laranja cobriu o local do protesto e ativistas vestidos como equipes de resgate de acidentes nucleares dispararam sinalizadores de fumaça em frente ao prédio do BNDES, para simular a contaminação por radiação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.