Ato em Sorocaba planta 100 mil árvores

Em pouco mais de cinco horas, 30 mil pessoas se mobilizaram para plantar 100 mil mudas de espécies nativas da região, em Sorocaba, a 92 km de São Paulo. O megaplantio, na avenida de acesso à nova fábrica da Toyota, na zona norte da cidade, deve criar uma mata com área equivalente a 20 campos de futebol. Os voluntários enfrentaram um grande congestionamento para chegar ao local de plantio. A Secretaria do Meio Ambiente atribuiu o incômodo ao grande número de participantes - esperava-se a adesão de 17 mil pessoas, mas o número quase dobrou.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

25 Março 2012 | 16h51

A prefeitura pôs 150 ônibus à disposição do público e montou tendas com monitores para auxiliar os participantes. Nesses locais havia água potável à disposição de quem enfrentava o sol forte. O plantio se estendeu por uma área de seis quilômetros ao logo da Avenida Itavuvu. As mudas de 80 espécies de árvores nativas, entre elas muitas frutíferas, como pitanga e amora, e de madeira nobre, como cedro rosa e jequitibá, foram produzidas em viveiros das duas penitenciárias da cidade. A ação faz parte do Plano Municipal de Arborização Urbana, que tem como meta o plantio de 500 mil árvores em Sorocaba até o final do ano.

De acordo com a professora de Engenharia Florestal Fátima Pina Rodrigues, da Universidade Federal de São Carlos (Ufscar), que assessorou o plantio, foi adotado o sistema adensado, de cinco mudas por metro quadrado, que facilita a manutenção da área e a formação mais rápida da mata. "Em torno de 10 anos já poderemos ter uma floresta que cumpre todas as suas funções de proteção, diversidade, beleza e de atração da fauna", disse. Em geral, segundo ela, uma floresta leva entre 100 e 200 anos para se formar naturalmente.

Mais conteúdo sobre:
Sorocabaárvores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.