Ator de Mr. Bean recebe R$ 2,8 milhões de seguro de carro

Rowan Atkinson bateu seu McLaren F1 em 2011; valor é o maior já pago por sinistro de carro na Grã-Bretanha.

BBC Brasil, BBC

08 de fevereiro de 2013 | 12h39

O ator britânico Rowan Atkinson, famoso por seu personagem Mr. Bean, vai receber 910 mil libras (cerca de R$ 2,8 milhões) do seguro pelo conserto de seu carro, um McLaren F1, danificado em uma colisão em 2011.

O pagamento é o maior já feito por uma seguradora por um sinistro de automóvel na Grã-Bretanha.

Atkinson rodou com o carro e bateu numa árvore e num poste quando passava por uma estrada do condado de Cambridgshire (centro da Inglaterra) em agosto de 2011.

O ator, de 58 anos, chegou a ficar hospitalizado após o acidente, por conta de uma lesão no ombro.

O McLaren F1 foi comprado pelo ator em 1997 por 640 mil libras (aproximadamente R$ 2 milhões), mas, por ser raro, valeria hoje cerca de 3,5 milhões de libras (R$ 10,9 milhões).

Ele já havia sofrido um outro acidente leve com o mesmo carro em 1998.

Entusiasmo

Segundo a imprensa britânica, o pagamento do sinistro deverá dobrar o custo do seguro do carro do ator, para 60 mil libras anuais (R$ 186 mil).

Atkinson é conhecido por seu entusiasmo pelo automobilismo e pelo amor aos carros esportivos de luxo.

Em uma entrevista recente a uma revista especializada, ele disse que não é um colecionador, porque não gosta da ideia de manter os carros fora de circulação.

"Fico deprimido com a ideia de que eles fiquem escondidos como um investimento de arte ou lingotes de ouro num cofre suíço", disse.

Para ele, "é um crime" não usar um carro como o seu, que pode alcançar cerca de 390 km/h.

O luxo do carro de Atkinson contrasta com o veículo usado por seu personagem da série Mr. Bean - um compacto Mini. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.