Aumenta para 452 total de casos de gripe suína no País

O Ministério da Saúde confirmou hoje mais 53 casos de gripe A(H1N1). A maioria dos novos pacientes, 31, é de São Paulo. O Rio Grande do Sul registrou 11 novos infectados, seguido por Minas Gerais e Rio de Janeiro, com 6 e 2, respectivamente. Ceará, Distrito Federal e Goiás registraram um caso cada um. A pasta não revelou os prováveis locais onde essas pessoas contraíram o vírus. Agora, chega a 452 o total de contaminados. Há, ainda, 310 casos suspeitos. As amostras com secreções respiratórias desses pacientes estão em análise laboratorial.

AE, Agencia Estado

25 de junho de 2009 | 20h38

Com receio da propagação da gripe suína, mais três universidades decidiram hoje suspender aulas no País. A Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo, antecipou as férias após receber a confirmação de que dois alunos contraíram o vírus. A Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da Universidade de São Paulo (USP) confirmou que três alunos contraíram o vírus da gripe A(H1N1). Eles são do terceiro ano de Economia matutino e do terceiro ano de Contabilidade noturno. Os estudantes dessas duas turmas receberam orientação da instituição para permanecer em casa, em isolamento, por sete dias.

No Paraná, a Universidade Estadual de Londrina (UEL) suspendeu na manhã de hoje as aulas e também todas as suas atividades administrativas. A decisão foi tomada hoje e vale até segunda-feira. A universidade não tem casos confirmados da doença, mas levou em consideração os casos monitorados e o fato de que uma estudante universitária da Universidade Estadual Paulista (Unesp) que contraiu a gripe ter tido contato direto com servidores e estudantes da UEL na semana passada.

Mais conteúdo sobre:
gripe suínaBrasilbalanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.