Autoridades confirmam o primeiro caso de gripe aviária na Espanha

As autoridades espanholas confirmaram nesta sexta-feira o registro do primeiro caso de gripe aviária de tipo H5N1 no país, depois do resultado positivo dos testes realizados no Laboratório Nacional de Referência de Algete, em Madri.A ave silvestre portadora do vírus foi encontrada morta nos pântanos de Salburua, nos arredores da cidade de Vitoria, na região noroeste do país, e provinha do sul da Península Ibérica.O conselheiro basco de Agricultura, Gonzalo Sáenz de Samaniego, que informou inicialmente sobre o caso, disse que, apesar de se tratar de um vírus "altamente patogênico", o risco para a saúde humana é "praticamente nulo".Após a localização da ave aquática, foram ativados os sistemas de alarme, embora as autoridades tenham feito um chamado "à responsabilidade e à calma".Por enquanto, foi estabelecida uma área de proteção em um raio de três quilômetros ao redor de Salburua, proibiu-se a saída de aves e produtos avícolas da área e se intensificou a vigilância em um raio de 10 quilômetros.No entanto, Samaniego disse que provavelmente não será necessário manter o sistema operacional a postos já que "é o único pássaro migratório silvestre que apareceu morto, sem que o resto da colônia mostre afecção", o que indica que o grau de virulência do vírus é baixo. A gripe aviária matou pelo menos 131 pessoas ao redor do mundo desde que começou a atacar aves na Ásia no final de 2003, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

Agencia Estado,

07 de julho de 2006 | 11h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.