Autoridades fazem busca em apartamento de Lagarde sobre caso Tapie

Autoridades francesas realizaram uma busca no apartamento da diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, nesta quarta-feira como parte de uma investigação sobre seu envolvimento em um pagamento em 2008 para um empresário partidário do ex-presidente Nicolas Sarkozy, segundo o advogado de Lagarde.

Reuters

20 de março de 2013 | 09h47

A polícia está investigando alegações de que Lagarde, quando ministra das Finanças do governo de Sarkozy, agiu ilegalmente ao aprovar o pagamento arbitrário de 285 milhões de euros para Bernard Tapie. Ela nega qualquer erro.

"Essa busca ajudará a descobrir a verdade, o que irá contribuir para exonerar minha cliente de qualquer ação criminosa", disse à Reuters o advogado de Lagarde, Yves Repiquet.

(Reportagem de Chine Labbe e Julien Ponthus)

Tudo o que sabemos sobre:
LAGARDEBUSCAINVESTIGACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.