Autoridades precisam de permissão para deixar o Egito--fonte

Algumas autoridades egípcias não poderão deixar o país sem permissão do Ministério Público ou das Forças Armadas, disse uma fonte da área de segurança neste sábado.

REUTERS

12 de fevereiro de 2011 | 11h49

"Os procedimentos necessários foram tomados para implementar essas instruções que visam evitar que algumas figuras que ocuparam cargos de responsabilidade durante o passado escapem do país para que não sejam questionadas", disse a fonte no aeroporto do Cairo.

"Isso inclui ex-ministros, altas autoridades e presidentes de companhias."

O interesse por autoridades e empresários veio à tona depois de 25 de janeiro quando milhares de manifestantes iniciaram os protestos para encerrar o governo de Hosni Mubarak. Eles pediam que autoridades governamentais e alguns empresários ligados ao partido do governo sejam julgados por corrupção.

Na semana passada, o Egito aplicou uma proibição de viagens a três ex-ministros e a uma ex-autoridade do partido governista e congelou seus bens. As autoridades foram acusadas de desperdício de dinheiro público e de usar seus cargos em benefício próprio.

(Reportagem de Yasmine Saleh)

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOVIAGEMPERMISSAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.