Aventureiros quer percorrer 6 mil km em carro voador

Equipe parte de Londres para Timbuktu e atravessa seis países.

Da BBC Brasil, BBC

12 Janeiro 2009 | 11h00

Um grupo de aventureiros britânicos parte esta semana de Londres para uma viagem de 6,4 mil quilômetros a bordo de um carro voador. A equipe sai da capital britânica no próximo dia 14 com destino a Timbuktu, no Mali. A viagem, de 42 dias, será feita por terra e ar e o trajeto passa por quatro países: França, Espanha, Marrocos e Mauritânia.No percurso, os aventureiros irão sobrevoar os Pirineus, o Estreito de Gibraltar, as Montanhas Atlas, o deserto do Saara e outras regiões que não possuem estradas. Carro voadorChamado de Skycar, o veículo comporta duas pessoas e foi desenvolvido pelo inventor britânico Gilo Cardozo, que vai pilotar o carro ao lado do aventureiro Neil Laughton. O restante da equipe vai acompanhar os dois em diversos carros. "A inspiração veio da idéia de que podemos dirigir e voar, então por que não fazer os dois? O problema era a tecnologia das asas e conseguimos finalizar isso no Skycar", disse Cardozo. O carro, movido a biocombustível, foi criado a partir de um buggy, mas possui suspensão nas quatro rodas, rápida aceleração e velocidade até 180km/hora. Para decolar, o veículo precisa atingir 60km/hora quando equipado com as "asas", que são chamadas de parawings e feitas de nylon, flexíveis e funcionam como uma espécie de paraglide. Segundo Laughton, apesar de ser a primeira viagem do Skycar, o percurso deve ser feito sem muitos problemas. "A confiabilidade do carro é crucial. Sabemos que enfrentaremos temperaturas tão baixas quanto -30C e calor de até 50C. Mas o carro foi testado em uma localização secreta e funciona 100%", disse ele. Se o carro conseguir completar a missão até Timbuktu, Cardozo pretende fabricar e vender os veículos por £50 mil (R$170 mil).BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.