Avião caça-furacões avaliará condição atmosférica no México

Especialistas americanos e mexicanos medirão as condições atmosféricas com um avião "caça-furacões" na região de Campeche (Golfo do México) e em Cozumel (Caribe) para detectar os possíveis ciclones dos próximos meses, informaram nesta quinta-feira, 15, fontes oficiais.O administrador do aeroporto internacional do Estado mexicano de Campeche, José Antonio Toledo, explicou à agência de notícias Efe que pesquisadores dos dois países trabalharão a bordo de um Hércules-130 na medição meteorológica. O objetivo é alertar para a chegada dos ciclones e diminuir seu impacto este ano.Os dez especialistas, cinco mexicanos e cinco americanos, ajudarão a "mostrar às autoridades e à população como atuar durante um furacão, evitando mortes e grandes desastres".Toledo acrescentou que o avião, que chegará em 16 de abril, "permitirá conhecer adequadamente o deslocamento dos furacões na região".O Hércules-130 conta com equipamentos especializados, como radares meteorológicos, para medir variáveis como a umidade, pressão atmosférica, temperatura, velocidade e direção do vento. Assim, será possível prever a capacidade dos furacões, disse. "Será sem dúvida uma informação valiosa tanto para as autoridades quanto para a população", avaliou.Um porta-voz da Comissão Nacional de Água do México confirmou que o trabalho ajudará a fornecer dados meteorológicos precisos para acompanhar os fenômenos na região."Os especialistas em meteorologia realizarão algumas investigações com a ajuda do avião e sem dúvida trocarão informação e tecnologia para poder prever a atividade, intensidade e trajetória dos ciclones tropicais", acrescentou.

Agencia Estado,

15 de março de 2007 | 14h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.