Avião com brasileiro desapareceu na Venezuela, diz FAB

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou hoje que um avião monomotor com o executivo brasileiro Maurício Lustosa de Castro sumiu na Venezuela. O desaparecimento do Beechcraft, modelo BE-36 A Bonanza, ocorreu no sábado, enquanto a aeronave seguia da cidade norte-americana de Miami para Belo Horizonte, em Minas Gerais. Segundo o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (Cecomsaer), a suspeita é de que o monomotor tenha caído em um local de mata, montanhoso e com rios. Porém, a aeronave ainda não foi localizada.

FABIANA MARCHEZI, Agencia Estado

14 Julho 2009 | 11h16

De acordo com o Cecomsaer, a constatação de que a aeronave está em território venezuelano foi feita na tarde de ontem, após buscas realizadas na fronteira dos dois países, quando a equipe a bordo do SC-95 Bandeirante da Aeronáutica do Brasil constatou que o transmissor localizador de emergência do monomotor emitiu sinais vindos da Venezuela. Depois disso, a busca ficou sob responsabilidade do país vizinho, que retomou o trabalho hoje. Já o Bandeirante da FAB continua parado em Boa Vista, Roraima, para transportar possíveis sobreviventes. Ontem, as buscas por parte da Venezuela foram prejudicadas pelo mau tempo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.