Azerbaijão começa testes após morte de 32 aves

As autoridades do Azerbaijão começaram nesta terça-feira testes para detectar o vírus H5N1, da gripe aviária, no organismo de 32 aves mortas. Mas autoridades disseram que é provável que a causa das mortes tenha sido outra.Alguns testes mostraram que uma ave encontrada morta na região norte do país morreu de outra doença, declarou o ministro da Ecologia e dos Recursos Naturais.O epidemiologista Viktor Kasumov também disse que o tempo frio pode ser responsável por algumas das mortes.Parte do Azerbaijão faz fronteira com o leste da Turquia, onde quatro crianças morreram após terem sido infectadas pelo vírus H5N1. A Turquia confirmou 21 casos de gripe aviária.As autoridades do Azerbaijão começaram a se preocupar quando centenas de aves domésticas morreram no começo do mês no distrito de Masalli, perto da fronteira com o Irã. Mas os testes não detectaram nenhum caso da doença entre os animais.Kasumov declarou, porém, que aconselhado pelo governo dos EUA, o Azerbaijão decidiu enviar amostras de sangue dos animais mortos a um laboratório inglês para mais testes.

Agencia Estado,

24 de janeiro de 2006 | 17h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.