'Baby Doc' é escoltado por policiais e deixa hotel no Haiti

A polícia do Haiti escoltou o ex-ditador Jean-Claude "Baby Doc" Duvalier, nesta terça-feira, do hotel onde estava em Porto Príncipe desde que voltou do exílio no domingo.

REUTERS

18 de janeiro de 2011 | 15h26

Duvalier, de 59 anos, foi levado pela polícia de seu quarto no hotel depois de um alto funcionário do governo ter informado à Reuters que ele seria interrogado por autoridades judiciais com o objetivo de determinar se deve ser processado por ter roubado o Tesouro no período em que governava o país.

Grupos de direitos humanos e críticos exigem que o governo haitiano prenda e julgue Duvalier pela morte e tortura de milhares de opositores que, dizem, teriam ocorrido durante os 15 anos de sua ditadura iniciada em 1971.

(Reportagem de Joseph Guyler Delva)

Tudo o que sabemos sobre:
HAITIBABYDOCESCOLTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.