Bala perdida mata jovem de 14 anos em Araras-SP

Depois de roubar uma residência e levar a moradora como refém, cinco rapazes trocaram tiros com a Polícia Militar (PM) na madrugada de hoje em Araras, a 171 quilômetros de São Paulo. No tiroteio uma adolescente de 14 anos que passava pelo local foi atingida por uma bala perdida e morreu.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

31 de dezembro de 2010 | 13h54

Os suspeitos, com idade entre 15 e 18 anos, invadiram a casa, no Jardim Universitário, zona sul da cidade, por volta das 23h30 de ontem. Eles dominaram os moradores, roubaram aparelhos de DVD e televisores e colocaram os produtos roubados no carro da família. Na fuga, levaram uma moradora da casa como refém.

A PM foi avisada e interceptou o automóvel com os bandidos no bairro José Ometto, na zona leste. Os suspeitos estavam armados e resistiram ao cerco. Na troca de tiros, um deles foi atingido na mão e perdeu dois dedos. Ele e outro comparsa que não conseguiu sair do carro foram detidos - os dois são irmãos gêmeos e têm 15 anos.

Os demais conseguiram fugir. A vítima foi resgatada sem ferimentos. A adolescente Jennifer, de 14 anos, que tinha saído de casa para comprar um lanche, estava na rua e foi atingida por uma bala perdida durante o tiroteio.

O projétil atingiu a nádega da garota e rompeu a veia femural. Com forte hemorragia, a menina foi socorrida pelo serviço de resgate e levada ao Hospital São Luiz, mas morreu durante a madrugada.

As armas usadas pelos policiais no confronto foram recolhidas para serem submetidas à perícia, assim como um revólver apreendido com os criminosos. Os dois menores estavam recolhidos numa cela da Delegacia de Polícia e serão apresentados ao Juizado da Infância e da Juventude.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.