Balança comercial tem déficit de US$2,271 bi na 3ª semana de abril

A balança comercial brasileira registrou déficit de 2,271 bilhões de dólares na terceira semana de abril, devido ao forte crescimento das importações e recuo nas exportações, no pior resultado semanal desde o início da série histórica, em 1998.

Reuters

22 de abril de 2013 | 16h18

No período de 15 a 21 de abril, as exportações somaram 4,631 bilhões de dólares, enquanto as importações totalizaram 6,902 bilhões de dólares, informou nesta segunda-feira o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

No ano, a balança comercial acumula déficit de 6,489 bilhões de dólares, com exportações de 64,976 bilhões de dólares e importações de 71,465 bilhões de dólares. No mesmo período do ano passado, a balança registrava saldo positivo de 2,243 bilhão de dólares.

Pela média por dia útil, os embarques da semana passada caíram 2,6 por cento em relação à média acumulada até a segunda semana do mês por conta da queda nas vendas de produtos como açúcar em bruto, minério de ferro, petróleo em bruto e milho.

Já as importações, na mesma comparação, saltaram 61,1 por cento em relação à segunda semana sobretudo pelos maiores gastos de combustíveis e lubrificantes, mas também por maiores compras de veículos e borracha.

O crescimento das importações de combustíveis e lubrificantes deve-se a um efeito estatístico. Os registros das aquisições de gasolina feita pela Petrobras no fim de 2012 e também mais cedo neste ano estão sendo contabilizadas somente agora, segundo o ministério.

Essa diferença estatística deve-se a uma decisão de julho do ano passado da Receita Federal que permitiu à estatal brasileira informar essas compras com um prazo 50 dias úteis.

(Reportagem de Tiago Pariz)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROBALANCASEMANAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.