Ballack se diz decepcionado por ficar fora da Copa

Uma lesão no tornozelo direito deixou Michael Ballack fora da Copa do Mundo e causou comoção na Alemanha, que perdeu seu capitão e principal líder menos de um mês antes do início da competição. O meia do Chelsea e o técnico Joachim Low não esconderam a decepção com o problema.

AE-AP, Agência Estado

17 de maio de 2010 | 12h22

"É algo muito decepcionante, mas tenho que aceitar", disse Ballack, à televisões alemãs. O meia precisa de uma muleta para se manter em pé. "Assim é o futebol e tenho que assimilar. Obviamente estou muito irritado".

Ballack rompeu os ligamentos do tornozelo direito após uma receber uma entrada forte durante a vitória do Chelsea sobre o Portsmouth, por 1 a 0, na final da Copa da Inglaterra, disputada no sábado.

O tornozelo de Ballack está enfaixado e a Federação Alemã de Futebol informou que o jogador ficará ao menos oito semanas afastado dos gramados. A lesão pode ter feito o jogador perder a última chance de ser campeão mundial, depois de ser vice em 2002 e semifinalista em 2006.

"Estamos atordoados", declarou Low, na Sicília, onde a seleção está treinando. "Estamos todos muito tristes. É um jogador fundamental, um jogador de nível mundial, que foi vital em várias partidas decisivas".

"Não podemos ficar lamentando agora. Estamos confiantes de que ainda podemos fazer um grande Mundial", completou Low, que precisará definir o substituto de Ballack e o novo capitão da seleção alemã nos próximos dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.