Bandidos invadem hospital e resgatam preso no Rio

Pelo menos 20 homens armados com pistolas e fuzis participaram da ação, no Hospital Carlos Chagas

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

23 de janeiro de 2008 | 09h46

Pelo menos 20 homens armados com pistolas e fuzis invadiram na madrugada desta quarta-feira, 23, o Hospital Carlos Chagas, na zona norte do Rio de Janeiro, e resgataram um preso, segundo informações da Polícia Militar. De acordo com a PM, os suspeitos invadiram o hospital driblando a segurança do local.   A arma de um dos sargentos, que ficava na entrada do hospital, foi roubada. Eles resgataram o preso Marco Antonio Oliveira Silva, o Negão, que estava internado desde o dia 16 de janeiro, quando chegou baleado no abdome após tiroteio com a polícia durante uma tentativa de assalto. Ele estava separado dos outros pacientes.Negão, segundo a PM, é o braço direito de Lerdinho, chefe do tráfico do morro da Serrinha, em Madureira. Os suspeitos atiraram na algema que prendia Márcio às grades da cama com um fuzil. Ninguém ficou ferido. Após o resgate, a Polícia Militar fez uma operação no morro da Serrinha e apreendeu a arma roubada do sargento e o carro roubado usado durante o resgate. Ninguém foi preso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.