Bandidos obrigam reféns a bloquear rodovia

Quatro pessoas foram obrigadas por cerca de 10 bandidos fortemente armados a deitar na pista da rodovia Oswaldo Cruz, que liga Ubatuba, no litoral norte paulista, a Taubaté, no Vale do Paraíba, durante mais um ataque a caixas eletrônicos, na madrugada desta quarta-feira (20), em Ubatuba.

REGINALDO PUPO, ESPECIAL PARA AE, Agência Estado

20 de março de 2013 | 17h09

De acordo com a Polícia Militar, a quadrilha, armada com fuzis, invadiu um posto de combustíveis no bairro Ipiranguinha, localizado às margens da rodovia, por volta das 4h da manhã, onde estavam os caixas eletrônicos. Enquanto parte do bando explodia os equipamentos, funcionários e quatro pessoas que passavam pelo local foram rendidos e, sob a mira de fuzis e submetralhadoras, quatro reféns foram obrigados pelo restante do bando a deitarem na pista da rodovia para bloqueá-la durante a ação, que teria durado entre 10 e 15 minutos. A Polícia Militar não informou os valores levados pelos bandidos dos equipamentos. Ninguém foi preso.

Praticamente no mesmo horário outro ataque a caixa eletrônico foi registrado no bairro Itaguá, na região central de Ubatuba. Policiais militares encontraram explosivos no local, que não detonaram. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar em São Paulo foi acionado e recolheu os artefatos. A polícia vai investigar se as duas ações foram praticadas por um mesmo bando criminoso, que já foi apelidada de "Quadrilha da Dinamite", responsável por ataques a caixas eletrônicos no Vale do Paraíba e litoral norte.

Moradores e turistas do litoral norte vêm enfrentando dificuldades para utilizar caixas eletrônicos nas quatro cidades da região. A maioria está desativado devido a ataques de bandidos. Na Praia de Maresias, em São Sebastião, não há nenhum caixa eletrônico intacto, obrigando os usuários a se deslocar para a Praia de Boiçucanga, a sete quilômetros de distância, ou no centro, a 25 km. Parte dos equipamentos fica em bairros afastados, sem policiamento e com facilidade de fuga.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciacaixas eletrônicosreféns

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.