Bando explode caixas eletrônicos em hospital de Sorocaba

Cinco homens armados invadiram na manhã deste domingo (8) o Unimed, maior hospital privado de Sorocaba, renderam vigilantes, funcionários e pacientes e explodiram dois caixas do banco Itaú. O bando fugiu com o dinheiro de um dos caixas. Foi o 12º ataque a caixas bancários em oito dias em todo o Estado - média de 1,5 ataque por dia.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Estadão Conteúdo

08 Fevereiro 2015 | 17h17

A ação durou poucos minutos e ocorreu com o hospital em pleno funcionamento - os caixas estavam instalados na recepção, local de grande movimento. De acordo com a Polícia Militar, os bandidos entraram de carro pela portaria como se fossem clientes ou visitantes. No saguão do hospital, renderam dois vigilantes, uma recepcionista e um casal de pacientes que aguardava atendimento.

Os bandidos vestiam roupas pretas e toucas ninjas - um deles estava com máscara de caveira - e portavam fuzis e pistolas. Os caixas foram explodidos, mas em um deles o cofre não abriu. Os criminosos recolheram o dinheiro do outro cofre e fugiram. Eles tomaram armas, celulares e coletes dos vigilantes antes de fugirem num veículo em direção à rodovia Raposo Tavares.

Notas de R$ 20 e R$ 50 ficaram espalhadas pela recepção, que teve vidros estilhaçados. Policiais militares recolheram R$ 10,8 mil que não foram levados. A assessoria do hospital informou que no fim da manhã a recepção voltou a funcionar e as atividades médicas não sofreram interferência. Imagens do sistema de videomonitoramento gravaram a ação dos bandidos e foram colocadas à disposição da Polícia Civil, que investiga o caso.

Explosões em série

No sábado, 12 homens portando armas longas invadiram a pequena Pereiras, na região de Sorocaba, renderam moradores e explodiram uma agência do Bradesco. A agência tinha acabado de ser reaberta após outra explosão há um mês.

No dia anterior, bandidos tinham explodido duas agências bancárias em Guapiara, sudoeste paulista, e os caixas de um condomínio industrial em Cotia, na Grande São Paulo. Na mesma semana, ações semelhantes ocorreram em Cerquilho, Cesário Lange, Guarujá e Ilhabela. Houve ainda três ataques a caixas eletrônicos na capital. Desde janeiro, já são pelo menos 42 explosões de caixas eletrônicos no Estado.

Mais conteúdo sobre:
caixa eletrônico explosão sorocaba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.