Barco com óleo é resgatado na Antártida

A chata (embarcação usada para transporte de carga) com 10 mil litros de óleo combustível que naufragou em dezembro na costa da Antártida, nas proximidades da Estação Comandante Ferraz, "foi reflutuada e levada para terra", informou ontem a Marinha em nota à imprensa.

BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

04 Março 2012 | 03h01

Conforme o Estado revelou no mês passado, a chata levava um carregamento de gasoil artic, combustível anticongelante feito pela Petrobrás para operar geradores em temperaturas muito baixas. O naufrágio havia sido inicialmente mantido em sigilo tanto pela Marinha quanto pelos ministérios que integram o Programa Antártico Brasileiro - Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação, Relações Exteriores, Minas e Energia e Defesa.

A Marinha diz que a chata se "encontra em segurança, sem causar qualquer dano ambiental" e explica que a operação de reflutuação durou cinco dias, tendo sido concluída ontem.

"Durante toda a operação foi estabelecida uma barreira, com equipamentos da Petrobrás, para conter possíveis vazamentos de óleo, que não ocorreram", diz a nota.

A ação dos mergulhadores foi prejudicada pelas condições meteorológicas desfavoráveis na região. O óleo que estava nos tanques foi bombeado e armazenado em recipientes, que deverão ser trazidos ao Brasil.

A chata afundou em consequência do mau tempo. Estava sendo rebocada por quatro embarcações pequenas quando, possivelmente por causa do vento forte e do mar agitado, ela naufragou. / RAFAEL MORAES MOURA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.