Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Barrichello faz o melhor tempo dos testes com a Williams

O veterano Rubens Barrichello, da Williams, foi o mais rápido no último dia da pré-temporada da Fórmula 1 no circuito de Jerez no domingo.

REUTERS

13 de fevereiro de 2011 | 17h47

Após um período conturbado nos primeiros dias da equipe britânica neste ano, a Williams teve um dia muito mais positivo no sul da Espanha, com Barrichello fazendo 103 voltas e cravando o melhor tempo de 1min19seg832.

"Nada vai nos impedir de fazer mais de 100 voltas hoje (domingo)", disse o diretor técnico Sam Michael.

"Tivemos um problema hidráulico no meio do dia, mas no geral é encorajador não termos identificado nenhuma daquelas falhas principais no carro."

"Todas as falhas que vêm causando algum tempo de inatividade nos últimos dias são pequenas coisas que serão rapidamente corrigidas."

O piloto japonês Kamui Kobayashi, da Sauber, foi o segundo mais rápido e o espanhol Fernando Alonso, o terceiro, depois de fazer 115 voltas com a nova Ferrari.

O brasileiro Bruno Senna, que teve seu primeiro contato com a Renault, fez o quinto melhor tempo, abaixo do alemão Nick Heidfeld, que fez testes no sábado.

Heidfeld espera a recuperação do polonês Robert Kubica, que pode ficar fora de toda a temporada depois de sofrer um grave acidente em um rali ao lado do russo Vitaly Petrov.

"Estou satisfeito com a forma como as coisas aconteceram", disse Senna, sobrinho do tricampeão Ayrton, em um comunicado da equipe.

"Foi um dia de muito aprendizado para mim. Eu nunca tinha usado o braço ajustável... então tive que me adaptar a eles.

"Não é fácil no início, pois há um trabalho grande e você está lidando com dois fatores que alteram o equilíbrio do carro, mas até o fim do dia tornou-se uma coisa natural", acrescentou.

A McLaren teve um dia frustrante com Jenson Button, campeão de 2009, incapaz de encontrar o equilíbrio do carro. Uma falha em um componente, em seguida, forçou a suspensão dos treinos no período da tarde.

Ainda acontecem mais dois testes até o início da temporada, no Bahrein, em 13 de março.

(Reportagem de Alan Baldwin)

Tudo o que sabemos sobre:
F1WILLIAMSBARRICHELO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.