Barulho constante pode causar fobia

Estudos recentes têm demonstrado que o zumbido pode causar alterações cerebrais e levar a quadros de depressão, fobia e ansiedade. Por isso, dizem especialistas, é fundamental tratar o problema no início.

, O Estado de S.Paulo

15 de março de 2011 | 00h00

A médica Tanit Ganz Sanches explica que o zumbido é causado pelo funcionamento acelerado das células auditivas. "Quando algumas células morrem, as vizinhas começam a mandar impulsos elétricos para o cérebro num ritmo mais rápido para tentar compensar. O cérebro interpreta isso como um barulho", explica.

O problema é que os impulsos exagerados afetam também o sistema límbico, que é vizinho ao auditivo e controla as emoções. Estima-se que 60% das pessoas que sofrem de zumbido desenvolvem problemas emocionais.

Na Assembleia Legislativa de Mato Grosso está em análise um projeto de lei que obriga a inclusão de alerta sobre os riscos de perda auditiva nas embalagens de aparelhos como o iPod.

"O grande problema dos tocadores de MP3 é que eles são muito bons", diz Robert Sweetow, da Universidade da Califórnia em São Francisco, EUA. "Quando se aumentava muito o volume dos aparelhos antigos, o som ficava distorcido. Hoje é possível ouvir música alta com qualidade." Além disso, a possibilidade de personalizar a seleção e armazenar grande quantidade de arquivos faz com que as pessoas usem os aparelhos mais tempo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.