Bastidores do evento reuniram um batalhão

'Paladar - Cozinha do Brasil' deste ano reuniu quase 5 mil pessoas em três dias de muitas receitas

12 de agosto de 2010 | 11h09

Bastidores. Evento contou com 47 profissionais, entre chefs, palestrantes, gourmets, produtores  e assistentes

 

 

Quase 5 mil pessoas participaram da quarta edição do Paladar - Cozinha do Brasil, a terceira realizada no Hotel Grand Hyatt, em São Paulo. Foram três dias de programação intensa, com 39 atividades, almoços e jantares, mais de 90 receitas e o envolvimento de 47 profissionais, entre chefs, palestrantes, gourmets e produtores.

 

Enquanto tradições e ingredientes do nosso terroir estavam em foco, um grupo de 70 profissionais trabalhava nos bastidores, entre a produção e a organização dos estandes. Outro batalhão, composto por 114 garçons, garantia o serviço nos restaurantes. Nas cozinhas, o reforço contou com 70 pessoas, entre ajudantes e cozinheiros, além dos chefs convidados.

 

A equipe do Senac, com 21 alunos dos cursos de hotelaria e gastronomia, garantiu a ajuda aos chefs e seus assistentes. "Essa parceria é muito importante para os alunos", diz a coordenadora do curso de gastronomia do Centro Universitário Senac, Zenir Dalla Costa. "Para eles, é a oportunidade de chegar perto do mercado de uma forma agradável, antes dos estágios."

 

Um dos estudantes que teve a chance de trabalhar nos bastidores, de 13 aulas, foi Rafael Feitosa, de 19 anos, que está no segundo semestre de tecnologia em gastronomia. Não deixou escapar nada do que foi dito ou feito nas salas de aula do evento.

 

"Me encantei com o evento. Os chefs chegaram ali com ótimas propostas", diz Feitosa. "Como eu, o público se entusiasmou com a aula sobre o aproveitamento da galinha. A simpatia de Mara Salles, Ana Soares e Neide Rigo fez com que a aula fosse mais divertida ainda. O ‘pérulito’ foi sensacional", afirma o estudante. "Pena que não dá para a gente estar em todas as aulas ao mesmo tempo, queria ter participado da palestra Como Nasce um Chocolate Fino Baiano. Me disseram que foi muito boa."

 

O destaque, na opinião de Feitosa, foi Helena Rizzo, do Maní, com "duas receitas maravilhosas": ravióli de cará e bacalhau com emulsão de bacuri e azeitonas pretas e salada de abóbora e pepino com ovas de tainha e leite de castanha-do-pará. "A combinação estava perfeita. Ingredientes simples e brasileiros que, juntos, criaram um grande sabor." O estudante já avisou que em 2011 quer repetira a dose.

 

Outra estudante que está ansiosa para o evento do ano que vem é Karina da Cruz. "Fiz contatos importantes, conheci pessoas, participei de nove workshops. Foi maravilhoso."

 

Nos bastidores do encontro, havia outro time de profissionais trabalhando intensamente, inclusive para deixar à vontade os chefs visitantes e atender a suas necessidades. Eram os chefs, cozinheiros e ajudantes da equipe de cozinha do Grand Hyatt. Ali, o trabalho começou antes e terminou depois. As atividades se intensificaram na quinta-feira, 29 de julho, durante os preparativos do coquetel de abertura do evento. E só terminaram tarde da noite de domingo, depois da reunião de todos os chefs convidados e palestrantes, com a equipe do Paladar. Um encontro cheio de emoções e que já virou tradição.

 

 

O SUCESSO, EM NÚMEROS

4.917 visitantes

39 atividades

114 garçons

21 estagiários

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.