Ap Photo
Ap Photo

Batmóvel original da série de TV é vendido por US$ 4,2 milhões

Um homem do Arizona com um interesse especial por Batman e Robin comprou o Batmóvel original, dirigido na clássica série de televisão, com um lance de 4,2 milhões de dólares em um leilão no sábado.

DAVID E SCHWARTZ, Reuters

20 de janeiro de 2013 | 12h07

Rick Champagne, dono de uma empresa de logística na região de Phoenix, saiu com o carro preto, futurista de dois lugares apresentado em "Batman", a série estrelada por Adam West e Burt Ward de 1966 a 1968, depois de lances divertidos no leilão em Scottsdale, no Arizona.

"Eu realmente gostava de Batman e vim aqui com a intenção de comprar o carro", disse Champagne, de 56 anos, à Reuters em uma breve entrevista depois que ele comprou o carro. "Eu tive a possibilidade de comprá-lo. Isso foi um sonho que se tornou realidade."

O leilão Barrett-Jackson foi a primeira vez que o carro foi colocado à venda ao público. Além de o preço de oferta de 4,2 milhões de dólares, o comprador terá que pagar um adicional de cerca de 420.000 dólares em taxas.

O Batmóvel é baseado em um Lincoln Futura 1955, um "carro-conceito" construído na Itália pela Ford.

Em 1965, o "carro-conceito" foi comprado por 1 dólar pelo famoso customizador George Barris, que tinha apenas 15 dias e 15.000 dólares para transformar o veículo para o programa. Ele era o dono do veículo desde então.

Barris disse à Reuters que tinha fornecido veículos para filmes e programas de televisão antes, mas este teve que ser bem diferente do que os outros.

"A cada pow, bang, wow, wee, eu queria que o carro fizesse algo como os atores", disse Barris, de 87 anos, em uma entrevista antes do leilão. "O carro tinha de ser uma estrela por conta própria. E tornou-se uma".

O carro tem um motor V-8 e instrumentos no volante, além de itens inovadores.

Mas as gerações de expectadores vão se lembrar mais dos Bat acessórios adicionados para a série, incluindo um telefone e a capacidade de dispensar coisas como óleo, fumaça e pregos para combater vilões - sem mencionar o duplo pára-quedas traseiro para curvas rápidas.

Barris disse que o veículo percorreu o país após a série e um filme e, em seguida, ficou em uma sala de exposição particular na Califórnia. Ele disse que era hora de se separar do carro e deixar que um novo proprietário ficasse com as Bat chaves.

Mais conteúdo sobre:
BATMOVELLEILAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.