BC prevê mais investimentos estrangeiros no 2o semestre

Os investimentos estrangeiros diretos no Brasil estão aquém do esperado neste primeiro semestre, afirmou o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Altamir Lopes, nesta terça-feira.

REUTERS

25 de maio de 2010 | 11h40

Ele acrescentou, entretanto, que a perspectiva do BC é de fluxo mais forte na segunda metade do ano, já que alguns investimentos podem ter sido postergados devido à volatilidade nos mercados mundiais.

O BC estima para maio investimentos estrangeiros diretos de 1,6 bilhão de dólares e déficit em transações correntes de 2,7 bilhões de dólares.

Em abril, o país registrou investimentos estrangeiros diretos de 2,223 bilhões de dólares, com déficit em conta corrente de 4,583 bilhões de dólares.

(Reportagem de Isabel Versiani)

Tudo o que sabemos sobre:
BACENCEXTERNASPREVISOESATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.