Bebê chileno nasce com um feto no ventre

Um bebê de sexo masculino, em cujo ventre estava um feto que segundo os médicos "chegou a ter vida", nasceu na cidade chilena de Temuco. O nascimento ocorreu há uma semana em uma clínica particular desta localidade, e o feto foi extirpado na última segunda do bebê, que está em boas condições de saúde.Segundo os médicos, um fato como este, conhecido como "fetus in feto", acontece raras vezes e se deve a um erro genético durante a fecundação do óvulo, que ao se dividir em duas células não teve asegmentação adequada, o que fez com que um embrião absorvesse o outro.O feto extraído, de 10 centímetros de comprimento, tinha extremidades e a espinha dorsal parcialmente desenvolvida, mas não tinha cabeça.A médica María Angélica Belmar, que atendeu o caso, disse aos jornalistas que revisou a literatura disponível no país e inclusive procurou na internet informação similar no Chile sobre o caso, masnão encontrou informação alguma. "Encontrei que aconteceram cerca de 87 casos (similares) no mundo", acrescentou Belkmar, em cuja opinião poderia se tratar de um caso de "gêmeo endoparasita"."Este é um gêmeo que está dentro de seu irmão e não consegue se desenvolver. Acontece uma alteração ao nível da embriogênese dofeto", explicou.Com relação à criança que nasceu, Belmar disse que se trata de um bebê "perfeitamente sadio, caso nós não tivéssemos sabido o que tinha, talvez não tivéssemos nos dado nem conta, pois a massa que tinha era uma coisa tão pequenininha que podia passar despercebida". A situação foi descoberta em uma ultra-sonografia realizada namãe no final da gravidez.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.