Bebê internado em GO teria sido agredido pelo pai

Uma criança de cinco meses está internada no Hospital Materno Infantil, em Goiânia. A morte cerebral do menino havia sido anunciada ontem, mas não foi confirmada. A criança teria sido agredida pelo próprio pai.

CAROLINA SPILLARI, Agência Estado

14 Junho 2011 | 17h09

Na última quinta-feira, 10, o menino foi levado ao posto de saúde e as enfermeiras acionaram o Conselho Tutelar. O bebê tinha marcas de lesão na cabeça. O períneo, entre o ânus e a bolsa escrotal, também estava machucado. Havia marcas de manipulação anal.

O único suspeito é o pai, que costuma ficar com a criança durante o dia, enquanto a mãe está fora, já que trabalha à noite em uma transportadora. Neivan Bulhões disse à delegada Miriam Vidal de Castilho, da Delegacia de Proteção à Criança (DPCA) de Aparecida de Goiânia, que estava assistindo TV com o menino quando ele sofreu a queda. De acordo com a delegada que conversou com a médica legista, não é possível esse tipo de queda causar as lesões na cabeça, a não ser que o menino tenha batido a cabeça em uma quina.

Mais conteúdo sobre:
violênciaagressãopaiGObebê

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.