Beduínos egípcios libertam turistas brasileiras sequestradas

As duas turistas brasileiras que haviam sido sequestradas no domingo por integrantes de uma tribo de beduínos na Península do Sinai, no Egito, foram soltas no mesmo dia depois de negociações com militares egípcios, informou uma fonte de segurança do país.

REUTERS

19 Março 2012 | 07h20

As turistas foram entregues às forças de segurança perto do Monastério de Santa Catarina, na presença de líderes tribais beduínos, disse a fonte. Elas haviam sido sequestradas por homens armados que forçaram o ônibus a parar.

Segundo as informações do setor de segurança, os beduínos libertaram as brasileiras depois que as autoridades egípcias concordaram em discutir o caso de um dos membros da tribo mantido preso por acusações relacionadas a tráfico de drogas.

(Por Tom Perry)

Mais conteúdo sobre:
EGITOBRASILEIRASSOLTAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.