Berlim é mais antiga do que se pensava, dizem arqueólogos

Restos de viga de carvalho mostram que cidade já era ocupada antes de 1237, data da sua fundação oficial

Efe,

30 de janeiro de 2008 | 11h36

A cidade de Berlim é mais antiga do que se pensava até agora, como mostram os restos de uma antiga construção descobertos recentemente no centro da capital alemã. Arqueólogos alemães encontraram na Petriplatz os restos de uma viga de carvalho do ano 1192, que fazia parte de um edifício, o que indica que houve comunidades humanas na região antes do ano 1237, data da fundação oficial da cidade. A datação exata da viga de carvalho foi possível graças a uma análise temporal e descritiva dos anéis da madeira, informa o jornal alemão Die Zeit na edição desta quarta-feira, 30. A viga foi encontrada no lugar onde ficava a antiga igreja da Petriplatz e foi conservada durante tanto tempo por estar submersa sob as águas do subsolo da capital.

Tudo o que sabemos sobre:
BerlimArqueólogos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.